Sucumbi

por Paty Silva
(originalmente postado em seu Facebook pessoal)

Putz, eu “sucumbi”. Fazia muito tempo que não chorava com histórias de vida das pessoas em situação de rua.

Hoje numa das minhas andanças pela rua, onde tudo dá errado ou tudo dá certo e às vezes você encontra tudo do avesso, eu e minha amiga Luciana conhecemos a história de vida de uma mocinha na rua.

História bem leve “sqn”… A mãe matou o pai. Com 9 anos foi acolhida em um abrigo (Saica) e saiu de lá com 18 anos e o primeiro filho. No vai e vem da vida, está com 20 e poucos anos, namorado preso e 3 crianças para criar (2, 8 e 9 anos).

Mora num barraco no meio da estrada Anhanguera. No fim do ano a Prefeitura derrubou o barraco e ela voltou para a rua. E ela, sozinhaaaaaa (foi aí que não me contive) montou o barraco novamente. Mora ela, os 3 filhos, atualmente uma amiga e um facão (para proteção). Cheio de escorpiões, esgoto a céu aberto. Desculpe, mas é foda. Imaginaram a situação?

Ela é super esperta, está acionando todos os serviço da Prefeitura para conseguir uma moradia para ela ficar com os filhos, mas está difícil.

É muita demanda que tem na rua, história triste atrás da outra, mas a gente vai ajudando devagarzinho. Hoje não foi fácil.

Semana que vem vamos lá conhecer o barraco. Oowww, ninguém tem bujão de gás vazio para doar? Caro isso, não? 200 paus o bujão + gás.

Tenho que ir sozinha conhecer uma família em Interlagos, que me pediram ajuda. Ufaaaaaa, acho que deveria ser assistente social.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s