Ou remédio ou comida

Achei Celine muito magrinha. Alegre, esperta, mas muito magrinha. Sua mãe concordou: “Sim, ele tá magrinha sim. Mês passado eu levei ela no postinho. O médico achou que podia ser verme. Receitou uma vitamina e um vermífugo”.

Fiquei feliz que ela tivesse levado a menina ao posto de saúde, comprovando a minha impressão de que ela é uma mãe muito atenta e cuidadosa. Logo perguntei se ela havia notado alguma melhora depois de dar os remédios, mas sua resposta veio curta: “Eu não dei”.

Não era isso que eu tinha imaginado ouvir de uma “boa mãe”. Do alto da minha ignorância, reagi: “Mas é importante dar! Remédio é coisa muito séria, uma verminose pode prejudicar muito o crescimento dela, você precisa dar!” Fran não se alterou: “Eu sei. Mas eu tinha que escolher: ou eu comprava comida ou eu comprava os remédios. Escolhi a comida”.

***
Fran faz serviços domésticos pela região, mas acha que com a crise as pessoas estão sem muito dinheiro: “Quem pedia faxina uma vez por semana, agora às vezes pede uma vez por mês. Aí fico sem trabalho. Se tivesse serviço de varrer rua eu pegava na hora, eu não me importo”.

Ela e o marido têm se revezado: enquanto um fica com as crianças, o outro sai para fazer um bico ou para procurar emprego. Às vezes ele sai bem cedo, levando uma marmita e muita disposição para rodar o dia todo por São Paulo, na esperança de achar um trabalho. Ela, por sua vez, costuma procurar ali por Cotia mesmo, nos bairros mais próximos: “Não estou conseguindo andar tanto, pois fico cansada demais, sem ar para respirar. O quarto aqui é muito frio, entra vento pelas frestas, e agora piorei. Eu precisava usar aquela bombinha de cansaço, mas é muito cara”.

***
A bombinha, a vitamina e o vermífugo, com os descontos fornecidos pela farmácia e pelo laboratório (fazendo o cadastro), saíram por cento e trinta reais e alguns centavos. Valor alto demais para um casal desempregado que se vira como pode para pagar o aluguel do barraco e colocar alguma comida no prato.

2017-07-12 09.54.59.jpg

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s